Espanhol Português Inglês
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Fabricantes Distribuidores Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!
 


Voltar

Acelerando o movimento à base de plantas

Mais de 50% dos consumidores são céticos de que os alimentos de origem vegetal terão uma aparência ou sabor tão bons quanto os de origem animal, de acordo com uma pesquisa da Motif FoodWorks. Para que o movimento à base de plantas tenha um impacto positivo nos esforços de sustentabilidade global, os produtos precisam ser tão satisfatórios quanto os seus análogos em todos os sentidos, insiste Jonathan McIntyre, CEO da empresa. “A ciência fará ou quebrará contribuições à base de plantas para os esforços de sustentabilidade global”, disse.

Com mais consumidores voltando-se para alimentos à base de plantas, McIntyre sinaliza a necessidade de ciência melhorada e mais rápida para trazer melhores opções à base de plantas aos consumidores.

Segundo o CEO da Motif FoodWorks, em 2021 os consumidores se familiarizarão com a ciência alimentar, enquanto a indústria se dobrar em transparência e opções de produtos vegetais mais saborosos; as inovações em todos os setores sempre levarão tempo para obter aceitação generalizada. “Já estamos vendo consumidores dispostos a pagar preços premium por inovações em alimentos. Este ano, veremos o público em geral continuar a se tornar mais informado e aberto à ciência de alimentos do que nunca”, explica.

Os consumidores estão cada vez mais se voltando para alimentos à base de plantas para beneficiar a sua própria saúde e a saúde do planeta. “Incorporar mais alimentos vegetais em nossas dietas é absolutamente um passo na direção certa. Mas há um problema. Muitos alimentos vegetais atuais não estão atendendo, muito menos excedendo, as expectativas dos consumidores”, enfatiza McIntyre. “2021 será o ano em que os inovadores à base de plantas perceberão que, para realmente fazer a diferença para o nosso planeta, os alimentos à base de plantas precisam ser desejáveis. E isso significa que a indústria precisa unir sabor e experiência e se apoiar no potencial da ciência de alimentos para nos levar até lá”, continua.

De acordo com Mike Leonard, diretor técnico da Motif FoodWorks, 2021 será o ano da velocidade. “A indústria de alimentos tem um problema de velocidade. Tal como está, ‘urgência’ muitas vezes se traduz em cronogramas de P&D de dois ou três anos. Isso significa que se quisermos resolver os desafios críticos de sabor, textura e nutrição enfrentados pelos alimentos vegetais de hoje, já estamos atrasados. Simplesmente não podemos esperar tanto tempo com consumidores e varejistas em busca de opções novas, mais e melhores”, comenta.

Leonard antecipa que este ano os participantes do setor de alimentos farão um esforço conjunto para acelerar os cronogramas de inovação. “Veremos mais parcerias com especialistas de fora da indústria - de instituições de pesquisa acadêmicas a startups ágeis e experimentais - para desenvolver inovações em alimentos à base de plantas e demonstrar que a inovação na indústria pode ser revolucionária e rápida”.

Para Leonard, o gosto é subjetivo e está na boca de quem vê. “Uma integração de respostas emocionais e fisiológicas combinadas com física complexa, gosto é algo que é difícil de medir. Ainda assim, em última análise, ele decide se um novo produto alimentar se torna o favorito do consumidor ou um fracasso”.

Por muito tempo, os cientistas de alimentos negligenciaram ou deixaram de lado os componentes emocionais, cognitivos e culturais por trás do sabor, porque são muito difíceis de quantificar. “Mas em 2021, veremos a indústria de alimentos mudar para a inovação de alimentos à base de plantas, tanto como uma arte quanto como uma ciência. Isso significa usar a ciência e os dados de novas maneiras para decifrar os componentes emocionais do gosto e traduzi-los em experiências que ressoam não apenas em um nível sensorial e baseado em valores, mas também em níveis emocionais e pessoais”, conclui Leonard.




 

Telefone:

+55 11 5524-6931

Celular:

+55 11 99998-0506

Newsletter:

Fique conectado:

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001