Espanhol Português Inglês
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Fabricantes Distribuidores Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!
 


Voltar

COLÁGENO HIDROLISADO - NOVAPRO® HIDRO

De acordo com projeções das Nações Unidas, uma em cada nove pessoas no mundo tem 60 anos ou mais, e estima-se um crescimento para um em cada cinco por volta de 2050. Encontrar os caminhos que nos levam ao envelhecimento saudável é o grande desafio deste século! Por envelhecimento saudável entende-se exercer todos os papéis que o indivíduo exercia ou gostaria de exercer dentro da sociedade. Porém, o surgimento de dores articulares, fragilidade óssea e perda da força muscular podem restringir significativamente a qualidade de vida do indivíduo com o passar dos anos. Hoje, entendemos que o envelhecimento ativo conduz ao envelhecimento saudável, assim como o consumo de alimentos saudáveis através de uma dieta balanceada pode ser fundamental para viver mais e melhor.

Colágeno e envelhecimento

O colágeno é a proteína mais abundante naturalmente presente no nosso organismo e tem fundamental importância, já que garante a elasticidade, coesão e regeneração da pele, ossos e cartilagens. A partir dos 25 anos, o organismo começa a diminuir a produção de colágeno e aos 50 anos, o organismo produz em média apenas 35% do colágeno necessário. Essa situação pode ainda ser agravada devido ao estilo de vida: exposição solar frequente, fumo, stress, disfunção hormonal, etc. A perda de colágeno no organismo acarreta em:

  • diminuição da densidade óssea;
  • articulações e ligamentos perdem a elasticidade e a força;
  • cartilagem articular fica frágil e porosa;
  • pele desidratada e sem elasticidade;
  • perda do tônus muscular.
  • Diversos estudos vêm sendo publicados nos últimos anos evidenciando que o consumo frequente de colágeno, na sua forma hidrolisada (peptídeos), pode reduzir esses sinais do envelhecimento.

Benefícios à saúde

Para um ingrediente trazer benefícios à saúde ele deve ser biodisponível, isso é, uma quantidade significativa do composto após ser ingerido consegue atravessar a barreira intestinal, atingir a circulação sanguínea e se tornar disponível para processos metabólicos.

Diversos autores já comprovaram que mais de 90% do colágeno hidrolisado ingerido é absorvido nas primeiras horas pós-consumo. Alguns estudos demonstram, ainda, que parte do colágeno hidrolisado que passa pelo trato gastrointestinal e cai na corrente sanguínea é absorvido na forma de peptídeos de maior peso molecular e não apenas como aminoácidos livres.

Pele

Com o envelhecimento da população, o mercado de saúde da pele tem recebido especial atenção. Aliado a produtos de uso tópico, o conceito de “Beleza de dentro para fora” já é tendência mundial. Esse conceito faz todo sentido, já que as características da pele são afetadas tanto por fatores externos quanto internos, como envelhecimento, exposição à radiação ultravioleta, hormônios e nutrição.

Cerca de 70% das proteínas existentes na pele é colágeno, o principal componente da derme, camada mais interna da pele responsável pela elasticidade e flexibilidade. Manter os níveis de colágeno no organismo é essencial para uma pele bonita e saudável.

O consumo frequente de colágeno hidrolisado influencia, de dentro para fora, o metabolismo dos fibroblastos, células produtoras de colágeno. Alguns estudos in vitro mostram que na presença de peptídeos de colágeno, a densidade e o diâmetro das fibras de colágeno na derme aumentam significantemente (Matsuda, 2006). Outro estudo (Zague, 2011) demonstrou que a ingestão diária de colágeno hidrolisado suprime a atividade da MMP2, enzima responsável pela degradação de colágeno no organismo. Estudos recentes (Oba, 2013) apontam também que o consumo de colágeno hidrolisado melhora a elasticidade e a função de barreira da pele, mesmo quando exposta aos raios UVB.

Ossos e articulações

Problemas articulares são considerados pela Organização Mundial da Saúde como uma das principais doenças incapacitantes em países desenvolvidos. Para aqueles que sofrem deste mal, 80% possuem limitações para se movimentar e 25% não conseguem realizar as atividades do dia a dia. A osteoartrite, principalmente nos joelhos e quadril, pode estar relacionada ao processo de envelhecimento, mas também pode afetar pessoas com sobrepeso ou que praticam esportes de alta intensidade.

Estudos revisados por Moskowitz (2000) apontam que o consumo regular de colágeno hidrolisado auxilia na redução da dor em pacientes com osteoartrite. Estes resultados podem estar relacionados à absorção e acúmulo do colágeno hidrolisado pelas articulações, como demonstrou o estudo de Oesser (1999). Outro estudo conduzido com atletas com dores articulares relacionadas a atividade física demonstrou que o grupo que consumiu colágeno hidrolisado por 24 semanas teve redução dos sintomas (Clark, 2010).

Os ossos são compostos por células imersas em uma matriz formada por substâncias mineralizadas e fibras de colágeno. A massa esquelética aumenta progressivamente durante o crescimento e geralmente a perda óssea se dá por volta dos 30 anos em ambos os sexos. Em adultos saudáveis, aproximadamente 15% da massa óssea é reposta todos os anos. Um desbalanceamento no organismo (mais perda do que produção) é o marco da osteopenia, que em casos mais graves pode levar a osteoporose. Quanto mais cedo o diagnóstico e tratamento da osteopenia, maiores as chances de evitar fraturas e melhorar a qualidade de vida.

Estudos in vitro (Mizuno, 2001; Adrianarivo, 1992) já demonstram que a presença de peptídeos de colágeno na matriz extracelular leva a estimulação das células responsáveis pela formação dos ossos (osteoblastos), ao invés de estimular as células responsáveis pela degradação óssea (osteoclastos). Estudos de Adam (1996) realizados com mulheres na pós-menopausa com evidência radiológica de osteoporose e densidade de massa óssea 80% menor que a normal, sugerem que a administração de calcitonina + colágeno hidrolisado tem maior efeito na inibição da diminuição de colágeno ósseo do que a calcitonina sozinha.

Nutrição

O colágeno hidrolisado contém quase todos os aminoácidos essenciais, exceto o triptofano, e é rico em aminoácidos condicionalmente essenciais (prolina/hidroxiprolina e glicina), que são aminoácidos que nosso organismo não sintetiza. Esses aminoácidos são requeridos em certas situações, como recuperação de doenças ou injúrias, stress excessivo, recuperação pós-esforço físico intenso, baixa absorção de nutrientes e baixo metabolismo. Na nossa rotina atual, são poucas as pessoas que conseguem se alimentar adequadamente e que não vivem sob stress constante, daí a importância do consumo desses aminoácidos.

A mistura do colágeno hidrolisado com outras proteínas é uma ótima opção nutritiva, já que é possível agregar a uma formulação de alto valor biológico as várias propriedades funcionais do colágeno hidrolisado. Um estudo de Ziegler (2009) demonstrou que a mistura de 60% de isolado de soro de leite com 40% de hidrolisado de colágeno bovino elevou o valor nutritivo do colágeno para valores iguais ou superiores ao do WPI e, ainda, agregou vários benefícios do colágeno hidrolisado na formulação de um complemento dietético para idosos.

A obesidade é um dos problemas mais importantes que a saúde pública enfrenta hoje no Brasil e em outros países do mundo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que, atualmente, nos países desenvolvidos, ela seja o principal problema de saúde a enfrentar. As proteínas são conhecidas pelo seu poder de saciedade, promovendo a redução da ingestão calórica. O colágeno hidrolisado incorporado a dieta pode contribuir para perda de peso, já que se trata de uma proteína pura. Além disso, estudos de Rubio (2008) mostraram que o consumo de proteína colagênica uma hora antes da refeição principal reduziu o apetite de pacientes obesos, devido ao aumento do hormônio GLP-1, que é um hormônio inibidor de apetite. Sabemos a importância da suplementação proteica na dieta dos praticantes de atividade física. Suplementos à base de creatina, molécula composta por 3 aminoácidos: glicina, arginina e metionina, presente nas células humanas, auxiliam atletas no aumento da massa muscular. O colágeno hidrolisado contém quantidade significativa de glicina e arginina e pode contribuir para o aumento da síntese de creatina no organismo. A importância do consumo da arginina na performance de atletas, mesmo em baixas dosagens, também já foi apontada em alguns estudos. Uma porção de 10g de CH fornece quase 1g de arginina.

Não só os atletas e praticantes de atividade física requerem uma dieta proteica ajustada. Com o envelhecimento ocorre perda de massa muscular acentuada, a chamada sarcopenia. Para reverter esse quadro é necessário uma dieta que forneça quantidades adequadas de aminoácidos para síntese dos tecidos e exercícios físicos para manutenção da massa magra. Um estudo conduzido por Hays (2009), com mulheres saudáveis (idade média = 71 anos), indica que a suplementação com colágeno hidrolisado mantém o balanço de nitrogênio do organismo e preserva a massa magra mesmo em dieta de baixa ingestão proteica.

Novapro® Hidro

A JBS Colágeno, líder mundial na produção e tecnologia de colágeno bovino, lançou recentemente o Novapro® Hidro, colágeno hidrolisado bovino produzido com tecnologia moderna e exclusiva a partir de matérias-primas selecionadas. Através da hidrólise enzimática e posterior purificação e separação, a molécula do colágeno, que tem tipicamente 300.000 Da, é dividida em peptídeos menores, da ordem de 2.000 Da. Tais peptídeos apresentam mais resíduos polares que, devido à facilidade de formarem ligações de hidrogênio com a água, aumentam a solubilidade e digestibilidade do produto.

Novapro® Hidro possui mínimo de 90% de proteína e contém oito dos nove aminoácidos essenciais. É caracterizado pela predominância de glicina e prolina/hidroxiprolina, que representam cerca de 50% do total de aminoácidos da molécula. Essa composição específica de aminoácidos garante as propriedades funcionais e nutricionais que não são encontradas em outras proteínas. Além disso, o Novapro® Hidro não tem potencial alergênico.

É o ingrediente ideal para aplicação em bebidas, refrescos, barras de cereais, suplementos nutricionais, confeitos, snacks e uma gama de outros produtos para promoção da saúde & bem-estar e para aporte proteico sem afetar textura e sabor. Pode ser utilizado também em formulações cosméticas, devido a sua excelente propriedade de retenção de água e por fornecer um interessante pool de aminoácidos.

Conclusão

O colágeno hidrolisado Novapro® Hidro é o ingrediente essencial para manutenção da saúde e bem-estar, pois contribui para:

  • saúde da pele;
  • saúde das articulações;
  • saúde óssea;
  • redução de peso - saciedade;
  • aumento da performance em atletas;
  • incremento proteico.

A JBS Colágeno faz parte do Grupo JBS, a maior empresa produtora de proteína animal do mundo. A JBS Colágeno está situada na cidade de Guaiçara, região Oeste do Estado de São Paulo, onde iniciou suas atividades no ano de 2002. Além do colágeno hidrolisado - Novapro® Hidro - fornece também colágenos funcionais em pó e fibra - Novapro® -, além de sistemas funcionais - Novapro® SF, para a iIndústria de carnes, lácteos, suplementação esportiva, etc.

Referências

Matsuda, N.; et al. Effects of ingestion of collagen peptide on collagen fibrils and glycosaminoglycans in the dermis. J Nutr Sci Vitaminol 2006; 52:211–215.

Zague, V.; et al. Collagen Hydrolysate Intake Increases Skin Collagen Expression and Suppresses Matrix Metalloproteinase 2 Activity. J Med Food 14 (0) 2011; 1–7.

Oba C.; el al. Collagen hydrolysate intake improves the loss of epidermalbarrier function and skin elasticity induced by UVB irradiation in hairless mice. Photodermatol Photoimmunol Photomed 2013; 29:204-211.

Moskowitz, R. W. Role of Collagen Hydrolysate in Bone and Joint Disease. Seminars in Arthritis and Rheumatism. v. 30 n2 2000.

Oesser S.; et al. Oral administration of 14C labeled collagen hydrolysate leads to an accumulation of radioactivity in cartilage of mice (C57/BL). J Nutr 1999; 129:1891–1895.

Clark, K. L.; et al. 24-Week study on the use of collagen hydrolysate as a dietary supplement in athletes with activity-related joint pain. Current Medical Research and Opinion Vol. 24, 2008.

Mizuno, M.; et al. Osteoblast-related gene expression of bone marrow cells during the osteoblastic differentiation induced by type I collagen. J Biochem 2001; 129(1):133-8.

Adrianarivo, A.G.; et al. Growth on type I collagen promotes expression of the osteoblast phenotype in human osteosarcoma MG-63 cells. J Cell Physiol. 1992; 153:256–265.

Adam, M.; et al. J. Postmenopausal osteoporosis. Treatment with calcitonin and a diet rich in cartilage proteins, Cas Lèk ces. 1996; 135:74-8.

Ziegler, F.; et al. Caracterização químico-nutricional de um isolado protéico de soro de leite, um hidrolisado de colágeno bovino e misturas dos dois produtos. Rev. Nutr., Campinas, 22(1):61-70, jan./fev., 2009.

Rubio, I.G.S.; et al. Oral ingestion of a hydrolyzed gelatin meal in subjects with normal weight and in obese patients: Postprandial effect on circulating gut peptides, glucose and insulin. Eating Weight Disord., Vol 13 (2008).

Hays, N.; et al. Effects of Whey and Fortified Collagen Hydrolysate Protein Supplemets on Nitrogen Balance and Body Composition in Older Women. J Am Diet Assoc. 2009;109:1082-1087.

* Mariana Milliatti é engenheira de alimentos, com mestrado em Tecnologia de Alimentos pela Universidade de São Paulo (USP); consultora comercial da JBS Colágeno.

JBS Colágeno

www.jbscolageno.com.br




 

Telefone:

+55 11 5524-6931

Celular:

+55 11 99998-0506

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/RevistaFIB

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001