Espanhol Português Inglês
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Fabricantes Distribuidores Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!
 


Voltar

LICOPENO

O Licopeno é um micronutriente presente naturalmente em tomates e outros frutos vermelhos, além de legumes. É um pigmento vegetal que exerce uma importante função na fotossíntese, além de proteger as plantas de danos oxidativos.

Em seres humanos, uma das principais características do Licopeno é a sua forte atividade antioxidante, auxiliando no sistema de defesa do organismo e reduzindo o risco de doenças.

Um dos benefícios trazidos pelo Licopeno é a prevenção de doenças ligadas à próstata. O Licopeno inibe o crescimento da próstata, uma doença associada à idade, chamada de hiperplasia prostática benigna (BPH). O Licopeno também ajuda a impedir que a doença evolua para câncer de próstata.

Outro efeito do Licopeno é a diminuição dos riscos de doenças no fígado, não associadas ao álcool, em pessoas obesas, além do suporte ao coração, metabolismo e saúde da pele.

O LICOPENO E A AÇÃO ANTIOXIDANTE

O Licopeno é uma das mais poderosas substâncias antioxidantes. Tem o poder de complementar a capacidade antioxidante do organismo, prevenindo assim o estresse oxidativo, condição biológica onde ocorre o desequilíbrio entre os radicais livres e o sistema antioxidante das células.

O estresse oxidativo desempenha um papel importante no desenvolvimento de diversas doenças, fazendo com que o Licopeno e sua ação antioxidante sejam um importante mecanismo de combate ao desenvolvimento de doenças, entre elas, o câncer de próstata.

O CÂNCER DE PRÓSTATA NO BRASIL E NO MUNDO

A próstata é uma glândula localizada logo abaixo da bexiga, especializada em produzir parte do líquido seminal, que protege os espermatozoides. Os hormônios fazem com que a próstata se desenvolva ainda no feto e cresça continuamente até a fase adulta. Se o nível de hormônios for baixo, a glândula não atingirá seu tamanho total.

Na maioria dos homens idosos a glândula prostática cresce continuamente, o que leva a sintomas do trato urinário e qualidade de vida prejudicada. Uma doença chamada hiperplasia benigna da próstata (HBP), que começa a desenvolver-se aproximadamente aos 30 anos e afeta quase 50% dos homens aos 60 anos. Homens com HBP têm um risco aumentado de contrair câncer de próstata. O licopeno reduz o risco de contrair HPB e inibe a progressão da doença.

O câncer de próstata é hoje o segundo tipo de câncer mais comum, atrás do câncer de pele. De acordo com os dados da Organização Mundial da Saúde, em 2012 foram diagnosticados mais de 1 milhão de novos casos de câncer de próstata no mundo todo, representando 8% do total de novos casos de câncer e 15% dos casos de câncer em homens.

Apesar de dois terços dos casos serem diagnosticados em países desenvolvidos, é nos países subdesenvolvidos que a doença causa mais mortes: 40% dos pacientes morrem nesses países, contra 10% dos países desenvolvidos.

No Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (2016), são diagnosticados cerca de 60 mil novos casos de câncer de próstata, sendo o segundo tipo de câncer mais comum em homens, atrás apenas do câncer de pulmão. Nos Estados Unidos, as estatísticas mostram que 1 a cada 6 homens irá desenvolver a doença ao longo da vida.

O Brasil é um dos países com alta incidência de câncer de próstata e alta taxa de mortalidade.

O LICOPENO E A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PRÓSTATA

Evidências epidemiológicas sugerem que o consumo elevado de produtos à base de tomate ou alta concentração de licopeno são capazes de reduzir o risco de câncer de próstata.

Uma meta-análise recente de 42 estudos, que incluiu 43.851 casos de câncer de próstata, constatou que a ingestão de licopeno na dieta, bem como os níveis sanguíneos de licopeno, estavam significativamente relacionados com um menor risco de doença da próstata. O risco reduzido em 1% para cada 2 mg adicionais de licopeno consumido1. Em um estudo com ratos, demonstrou-se que o consumo de licopeno LycoVit®, da BASF, retarda o desenvolvimento de câncer de próstata, além de reduzir o Antígeno Prostático Específico (PSA, na sigla em inglês) 2. O PSA é uma substância produzida pelas células da glândula prostática. O aumento dos níveis de PSA aumenta as chances do desenvolvimento do câncer de próstata.

O aumento de Licopeno LycoVit® no sangue reduz o PSA, reduzindo o crescimento da próstata em homens com doença benigna da próstata relacionada com a idade.

Em um estudo clínico, buscando investigar os efeitos da suplementação de Licopeno em idosos com hiperplasia prostática benigna, os resultados mostraram que a ingestão diária de 15mg de Licopeno LycoVit® durante um período de 6 meses reduziram significativamente os níveis de PSA, inibindo o crescimento da próstata. Além disso, sua qualidade de vida foi melhorada3.

A SUPLEMENTAÇÃO COM LICOPENO

Licopeno pode ser naturalmente encontrado no tomate, melancia, goiaba e mamão. No entanto, é muito improvável que se obtenha a quantidade recomendada de 10mg de Licopeno a partir dessas fontes naturais, a necessidade diária de comida seria simplesmente excessiva.

Outros fatores que impedem o consumo adequado de Licopeno são dietas voltadas para perda de peso e consumo de alimentos com baixa gordura. Fatores genéticos também podem impedir a absorção do Licopeno.

Um suplemento alimentar oferece uma forma conveniente de atingir a quantidade benéfica de Licopeno. Como mostrado no quadro abaixo, as cápsulas equivalem a grandes quantidades de alimentos naturais. Considerando a ingestão recomendada diária de 10mg, fontes naturais podem ser substituídas por 1 ou 2 cápsulas

Os suplementos permitem a ingestão diária recomendada de Licopeno de forma mais conveniente.

O MERCADO DE SUPLEMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO

O mercado de suplementos segue em crescimento no país. Com o tema “saúde & bem-estar” em alta, a procura por produtos que auxiliem na prevenção de doenças e melhora na qualidade de vida tem crescido.

De acordo com pesquisa divulgada em 2015 pela Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (ABIAD), 54% dos lares afirma ter ao menos um indivíduo que consome algum tipo de suplemento. A pesquisa também confirma a preocupação dos consumidores com a saúde: cerca de 60% consomem suplementos para melhorar a saúde, enquanto 30% consomem para prevenir doenças.

E o crescimento é sustentável: de acordo com dados da Euromonitor de 2016, o mercado de suplementos superou R$ 2 bilhões, com um crescimento anual de 8%.

Dentro do mercado de suplementos o Licopeno também se destaca. Desde 2013, cerca de 250 novos produtos com o ingrediente foram introduzidos no mercado global. E houve 70 lançamentos isolados em 2016.

LYCOVIT ®, O LICOPENO BASF

A BASF possui em seu portfólio a linha LycoVit®, em versões em óleo e pó, possibilitando aplicações em cápsulas gelatinosas e cápsulas duras. A linha LycoVit® possibilita excelente estabilidade, shelf-life estendido, fácil manuseio durante aplicações e alta concentração de Licopeno.

O LycoVit® também pode ser utilizado em aplicações para alimentos e bebidas como colorante.

O portfólio BASF permite a utilização do Licopeno em diferentes aplicações;

O STATUS REGULATÓRIO DO LICOPENO

O LycoVit® tem seu status de qualidade testado por diversas autoridades regulatórias, sendo assim um produto seguro. O produto foi o primeiro Licopeno concentrado reconhecido como seguro nos Estados Unidos pelo Food and Drug Administration (FDA). Também é reconhecido pelo European Food Safety Authority (EFSA) na Europa como ingrediente seguro, sendo classificado como equivalente ao Licopeno de fontes naturais.

No Brasil, o Licopeno é aprovado para uso em suplementos voltados para saúde cardiovascular, saúde do fígado e proteção do sistema imunológico, como prevenção do câncer de próstata. De acordo com resolução da ANVISA o produto deve conter a seguinte alegação no rótulo: “O licopeno tem ação antioxidante que protege as células contra os radicais livres. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis”.

Para maiores informações, entrar em contato através de human-nutrition-south-america@basf.com.

1 Rowles JL et al, Prostate cancer and prostatic diseases, 2017; epub ahead of print

2 Limpens J et al, The Journal of Nutrition 2006; 136:1287-1293

3 Schwarz S et al, The Journal of Nutrition 2008; 138:49-53




 

Telefone:

+55 11 5524-6931

Celular:

+55 11 99998-0506

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/RevistaFIB

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001